FAMATH

Alcione canta no Horto do Fonseca

Cantora será a atração do Circuito Quatro Estações da Música

Uma das mais respeitadas vozes da música brasileira, a cantora Alcione apresenta o show “EU SOU A MARROM”, no Horto do Fonseca, no próximo dia 19 de maio, sábado. A apresentação gratuita faz parte do Circuito Quatro Estações da Música, promovido pela Prefeitura de Niterói, e celebra os 45 anos de carreira e os 70 de idade da artista. A abertura do evento, às 16h, contará com show do grupo Perdendo a Linha, seguido das cantoras e compositoras Roberta Nistra, Elisa Addor e Clarice Magalhães. A organização pede para que o público leve 1 kg de alimento não perecível. As doações serão distribuídas entre instituições da cidade.

No Horto, Marrom, como é carinhosamente conhecida, vai mostrar alguns de seus maiores hits como “Estranha Loucura”, “Não deixe o samba morrer”, “Sufoco”, “Meu Ébano”, “A Loba”, entre outros sucessos.

Com uma trajetória consagrada, cantora e instrumentista, Alcione trafega entre os mais diversos gêneros musicais esbanjando talento, suingue, e, principalmente, emoção. Canta samba, bolero, jazz, xote, reggae, música romântica ou qualquer outro estilo musical com tranquilidade, pois foi possui uma das vozes mais poderosas e versáteis que a música nacional já conheceu.

A CARREIRA – Com 45 anos de carreira, 42 álbuns (entre lps e cds) e 9 dvds gravados, Alcione já ultrapassou a marca de oito milhões de discos vendidos; fez shows em mais de 30 países, e perdeu a conta de quantas vezes cruzou o Brasil de ponta a ponta com turnês prestigiadas pelo público, mídia e lotações esgotadas. A cantora já arrebatou, ao longo de sua trajetória, mais de 350 prêmios, entre nacionais e internacionais, como o Grammy Latino; honrarias, títulos e comendas.

Com uma carreira sólida e contemplada por um número incontável de hits, a intérprete jamais abdicou de enfrentar quaisquer desafios. Recentemente, fez um espetáculo – elogiadíssimo – no projeto “Inusitado”, interpretando apenas canções em francês. Pela segunda vez, convidada a participar do Rock in Rio, em setembro último, emocionou uma plateia de jovens que foram ao evento para ouvir rock e pop… cantando Samba.

Sempre pronta a voos mais altos e intermináveis, ano passado, Marrom realizou turnês pelos Estados Unidos, Portugal, Suíça, e já está agendando exibições em outros países da Europa e África.

Samba e pagode para aquecer o público

Antes de Alcione subir ao palco, o público poderá conferir dois shows. O grupo niteroiense Perdendo a Linha, formado por Wander Almeida (voz e cavaco), Regginho (pandeiro) e Dedé Carvalho (percussão), será o primeiro a se apresentar e promete um repertório repleto de sambas e pagodes consagrados, com composições de Alexandre Pires, Belo, Fundo de Quintal, entre outras.

Já o trio feminino de sambistas, Elisa Addor, Roberta Nistra e Clarice Magalhães, sucesso na Lapa, vai mostrar clássicos do Samba e da MPB. Clarice, que também é pandeirista, vai desfilar canções mais antigas, de Noel Rosa, Cartola e Nelson Cavaquinho. Enquanto Elisa vai passear por clássicos de Dona Ivone Lara e pela veia sambista de artistas da MPB, entre eles Chico Buarque e Djavan; e Roberta, por sua vez, vai mostrar, com seu cavaquinho, obras de Jorge Aragão e Zeca Pagodinho, entre outros compositores contemporâneos, e de bambas como Elton Medeiros.

SERVIÇO:

Alcione canta no Horto do Fonseca

Abertura com o grupo Perdendo a Linha e as sambistas Elisa Addor, Roberta Nistra e Clarice Magalhães

Data: 19 de maio, sábado

Horário: a partir das 16h

Local: Horto do Fonseca

Endereço: Alameda São Boaventura, 770, Fonseca, Niterói-RJ.

Classificação: livre

ENTRADA GRATUITA – A organização do evento pede para que o público leve 1 kg de alimento não perecível. As doações serão distribuídas entre instituições da cidade

Publicado em: 15 de maio de 2018, por: 

Comentários