Maoli Training

Cine Arte UFF – programação de 6 a 12 de julho

O Rio Festival de Gênero e Sexualidade no Cinema chegou à Niterói, com filmes de Portugal, Argentina, EUA e Brasil. Dentro do festival, haverá uma sessão seguida de debate com o diretor argentino Sebastián Freire, do curta “El Ojo de Dios” (dia 9, domingo, às 19h).

Outros destaques do Festival são os novíssimos “Luana Muniz – Filha da Lua” (sábado, dia 8, 19h) – sobre a travesti Luana Muniz, falecida em maio, que se notabilizou como a Rainha da Lapa, protetora das trans e travestis e, mais recentemente, pela amizade com o Padre Fábio de Melo, com uma foto que viralizou na mídia; e “Torrey Pines” (dia 11, terça, 19h), animação da diretora Clyde Petersen, cujo filme será exibido em parceria com o Cineclube Quase Catálogo – Mulheres Diretoras.

FILMES FORA DA MOSTRA:
21h > DIVINAS DIVAS (De 6 a 12 de julho – quinta a quarta)

Brasil, 2016, 110’, 14 anos

De Leandra Leal

Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época. Melhor Filme pelo Júri Popular no Festival do Rio, no Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, de João Pessoa, e no South by Southwest (SXSW), nos Estados Unidos, além de Prêmio Félix de Melhor Documentário no Festival do Rio.

Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=HxahJR71wJY

Ingressos do filme Divinas Divas > R$ 12 e 6. Segunda: promoção R$ 4

14h > UM INSTANTE DE AMOR (Dias 7 a 12 de julho – sexta a quarta)

Mal de pierres, França/Bel/Can, 2016, 120’, 14 anos

De Nicole Garcia
Com Marion Cotillard, Alex Brendemühl, Louis Garrel

Fim da Segunda Guerra Mundial. Gabrielle é uma jovem romântica, rebelde, impulsiva, e acaba sendo obrigada a se casar com um imigrante espanhol, um homem mais velho que trabalha para sua família. Infeliz e com problemas de saúde (o “mal de pierres” do título original), Gabrielle é internada pelo marido numa estância de águas termais e se apaixona por um jovem militar. Indicado a 8 prêmios César, incluindo filme, direção e atriz.

Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=xO1eqiI8GSs

16h20 > Z – A CIDADE PERDIDA (7 a 12 de julho – sexta a quarta)

The lost city of Z, EUA, 2016, 141’, 14 anos

De James Gray

Com Charlie Hunnam, Sienna Miller, Tom Holland, Robert Pattinson

A incrível história real do explorador britânico Percy Fawcett, que viaja para a Amazônia no início do século XX e descobre evidências de uma civilização avançada desconhecida que pode ter habitado a região. Depois de ter sido ridicularizado pelo corpo científico que considera as populações indígenas como “selvagens”, Fawcett está determinado a retornar à sua amada selva e provar seu caso.

Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=5obgu50Di6Y

————————————————————–

RIO FESTIVAL DE GÊNERO & SEXUALIDADE NO CINEMA

O Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema é o festival de filmes LGBTQIA + (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais/ Travestis/ Trangêneros, Queers, Intersexuais, Assexuados e outros mais) de ficção, documentário, animação e experimental, em longa e curta metragens, brasileiros e internacionais. O festival acontecerá de 6 a 16 de julho de 2017 no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, Centro Cultural Justiça Federal, Instituto Cervantes do Rio de Janeiro, Cine Arte UFF e Cine Joia.

PROGRAMAÇÃO NO CINE ARTE UFF

06 a 12 – quinta a quarta – 19h

Dia 06, quinta, 19h

A CIDADE DO FUTURO

Brasil, 2016, 75’, 16 anos

De Cláudio Marques e Marília Hughes

Com Mila Suzarte, Gilmar Araújo, Igor Santos

Vencedor do prêmio de  Melhor Filme Latino-americano no Festival de Buenos Aires, o Bafici, “A Cidade do Futuro” conta a história de três jovens, no sertão da Bahia. Igor é vaqueiro. Gilmar e Milla, professores de história e teatro. Eles formarão uma família fora dos padrões. Um filme de baixíssimo orçamento e que vem conquistando precioso espaço pelo mundo.

Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=8ecJbVQ7nsY

 Dia 07,sexta, 19h

CRUZEIRO SEIXAS – AS CARTAS DO REI ARTUR

Portugal, 2016, 85’, 16 anos

De Cláudia Rita Oliveira

Cruzeiro Seixas existe num labirinto onde todos os caminhos levam a Mário Cesariny. Subjugado por esta relação obsessiva, Cruzeiro Seixas não viveu, mas deixou documentos desse não viver: 95 anos de pintura e poesia à espera de um reconhecimento maior ao lado de outros autores surrealistas. Prêmio do Público no Doclisboa 2016.

 Dia 08, sábado, 19h

LUANA MUNIZ – FILHA DA LUA

Brasil, 2017, 75’, 18 anos

De Rian Córdova e Leonardo Menezes

O documentário revela a intimidade de Luana Muniz, que se divide entre a prostituição, a militância LGBT e os shows em cabarés.  A Rainha da Lapa é conhecida em todo o Brasil pela participação no programa “Profissão Repórter” e sua aproximação inesperada com o cantor e Padre Fabio de Melo.

 Dia 09, domingo, 19h

CURTAS ARGENTINA (CINECLUBE LAERTE)

Duração: 1h 11min (8 curtas)

Classificação indicativa deste programa: 16 anos

QUE NO MUERA EL SEXO BAJO LOS PUENTES

(Arde Pandora – Colectiva Feminista / Argentina/ 00:01:22 /Experimental / 2016) Estreia

Desde o país salsicha. A partir de uma cama-estádio. Nossos corpos são murais. Pandora arde na pele e recita um poema-manifesto de Pedro Lemebel e Francisco Casas. Dissidentes do ativismo, do reconhecimento e a inclusão lgttttbiq, Arde Pandora propõe uma política para o prazer improdutivo contra o Capital, em um meio-dia, uma sesta, tira as roupas, a maquiagem e torna-se uma desapropriação coletiva-divertida.

 REYNAS: EL ARTE DRAG QUEEN LE BRUJX

(Gonzalo Gorosito/ Argentina/ 00:12:33 /Documentário / 2016) Estreia

Inspirada por artistas do meio dark, Le Brujx é definida como uma punk rocker, é “tudo o que não deve ser”, politicamente incorreta, satanista, viciada em drogas, irreverente, rude, irônica, mas acima de tudo muito rocker, que quer sair do estereótipo de boa menina.

 TRANSFOBIA

(Sergio Bonacci Lapalma/ Argentina/ 00:05:30 /Videoclipe / 2016) Estreia

Dedicado à memória de Lohana Berkins, Diana Sacayán e todos os seres humanos que clandestinamente suportam a injustiça, Transfobia nasceu para dar visibilidade à comunidade trans e os problemas que ela enfrenta. Uma chamada à consciência e denúncia artística de como a sociedade é cúmplice silenciosa, negando o que considera diferente, sem dar a possibilidade de imaginar uma outra vida.

 AUNQUE MIS MANERAS DE DECIR TE AMO

(Gonzalo Biderman/ Argentina/ 00:12:46 /Ficção / 2015) Estreia

Uma coleção de fragmentos dispersos traça o mapa incompleto de uma relação entre dois homens. Estão juntos. Eles estão sozinhos? Os amantes se beijam, discutem, fazem amor, dão risadas. Mas entre eles algo permanece: o invisível, a distância, o medo; finalmente, a impossibilidade da reunião bem-sucedida entre os dois.

TE QUIERO OBSCENO

(Gonzalo Murua Losada/ Argentina/ 00:13:00 /Documentário / 2011) Estreia

Naty vive em San Telmo em um quarto mágico repleto de curiosidades. Ela é conhecida como Naty Menstrual, uma artista que observa, vive e recita a realidade sem omitir detalhes. Na primeira sexta-feira de cada mês, Naty apresenta a sua performance em Mu, e é aí que o diretor cai sob o feitiço da artista. Quem é Naty? é a pergunta que ecoa repetidas vezes em sua mente. Seus shows, seu camarim, uma entrevista e a leitura íntima de um de seus poemas tentam revelar lentamente a pessoa atrás do personagem.

 EL OJO DE DIOS

(Sebastián Freire/ Argentina/ 00:07:49 /Experimental / 2014) Estreia

O fotógrafo Sebastián Freire projeta sobre os rostos de  espectadores de um cinema pornô as mesmas imagens que eles escolheram para olhar. Nos rostos são impressos os mesmos pontos de luz que tocam os olhos desses espectadores, estabelecendo um circuito sem fim, enquanto um sussurro japonês  desenrola o significado de algumas palavras.

 LAS LLAVES

(Lucas Santa Ana/ Argentina/ 00:09:20 /Ficção / 2011) Estreia

Matias se separou há alguns meses de Pedro. Depois de tentar várias vezes levar o belo Lucho para casa, ele consegue. Lucho está muito interessado em Matias e quer que a relação se torna séria. Mas o passado de Matias e Pedro pode atrapalhar os seus planos.

 MATIAS Y GERONIMO

(Papu Curotto/ Argentina/ 00:08:51 /Ficção / 2014) Estreia

Matias e Geronimo se conhecem desde criança. A amizade, que sempre foi uma forte aliança que misturava jogo e desejo, muda numa noite de carnaval. Juntos, testemunham como alguns jovens batem num rapaz que é gay, atrás das arquibancadas. Eles não conversam sobre o que viram e o silêncio alimenta a distância entre os dois.

Dia 10, segunda, 19h

LAMPIÃO DA ESQUINA

Brasil, 2016, 85’, 16 anos

De Lívia Perez

Brasil, 1978. Em plena ditadura, um grupo de jornalistas e escritores do Rio e de São Paulo cria o jornal “Lampião”, retratando o ponto de vista dos homossexuais sobre diversas questões, inclusive a sexualidade. O filme tem depoimentos de Ney Matogrosso, Aguinaldo Silva, João Silvério Trevisan, Edy Star e Leci Brandão, entre outros.

Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=lSr-MplZwzc&t=15s

 Dia 11, terça, 19h

TORREY PINES (CINECLUBE QUASE CATÁLOGO – MULHERES DIRETORAS)

EUA, 2017, 60’, 16 anos

De Clyde Petersen

Criado por uma mãe solteira esquizofrênica, a história da vida de Petersen se desenrola em uma série de eventos desconcertantes e alucinados. Com uma mãe alimentada por alucinações de conspiração política e disfunção familiar, Petersen, de doze anos de idade, é levada a uma aventura de cross-country que alterará para sempre a família como eles a conhecem. Com base em uma história verdadeira, o filme de animação é um conto estranho e punk, que ocorre no sul da Califórnia no início de 1990.

Trailer sem legendas > https://www.youtube.com/watch?v=z2E1N7pzEpA

 Dia 12, quarta, 19h

SOMETHING LIKE SUMMER

EUA, 2017, 115’, 16 anos

De David Berry

Com Grant Davis, Davi Santos, Ben Baur

Neste romance musical passado no Texas, Ben é o único na sua escola que está fora do armário. O bullying o impede de perseguir seu sonho de ser cantor. Então ele conhece Tim, um atleta com seus próprios segredos. Esta é uma história de amor contada ao longo de alguns anos, da estranha adolescência até a dolorosa idade adulta. Melhor Trilha Sonora e Prêmios do Público no FilmOut San Diego: Melhor Primeiro Filme e Ator Coadjuvante.

Trailer com legendas em inglês > https://www.youtube.com/watch?v=g0N8GE4sggw

Ingressos

Inteira – R$ 14,00 | Meia – R$ 7,00 (exceto segundas-feiras)

Segunda-feira – Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00

Rua Miguel de Frias 9   Icaraí  Niterói  RJ  (21) 3674-7511 | 3674-7512      www.centrodeartes.uff.br

Publicado em: 4 de julho de 2017, por: 

Comentários