Cine Jazz faz homenagem a Tom Jobim

O compositor, pianista e cantor Tom Jobim será o grande homenageado do projeto Cine Jazz neste mês de março. A partir das 19h, da próxima terça-feira, 27, o público poderá assistir a exibição do filme “A música segundo Tom Jobim” (2012), de Nelson Pereira dos Santos e Dora Jobim, seguido de um show com o duo de voz e violão Antonia e Mario Adnet. Após a apresentação, o público será convidado para um bate papo sobre o homenageado. A classificação etária é livre e a entrada franca.

A música segundo Tom Jobim…

“Jobim não cabe em palavras”. Foi com essa ideia em mente e a sensibilidade aguçada que o diretor Nelson Pereira dos Santos, ao lado de Dora Jobim, se dispôs a encarar o desafio de desvendar em filme a trajetória musical do grande compositor brasileiro, autor de uma obra eterna, de alcance internacional. Nelson e Dora escolheram o caminho sensorial da imagem e do som para exibir o trabalho do músico considerado, ao lado de Heitor Villa-Lobos, um dos maiores expoentes de todos os tempos da música brasileira. ‘A música segundo Tom Jobim’ aborda, com grande destaque, a parceria com Vinicius de Moraes e a influência da música clássica na obra de Tom.

Os convidados Mario Adnet e Antonia Adnet, pai e filha, vêm de uma família musical. Antônia lançou seu primeiro álbum em 2010, no qual assinou sete das dez composições, e participou de quase todos os arranjos. Hoje é violonista e cantora na banda de Roberta Sá.

Compositor, instrumentista e arranjador, Mario Adnet começou a estudar violão aos nove anos de idade. Ainda adolescente, participou de festivais de música realizados em clubes e colégios. Mario tem história com Tom Jobim. Em 1994, Jobim gravou arranjo feito por Mario em “Maracangalha” no CD “Antonio Brasileiro”. Já em 2016, Mário foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Jazz Latino por sua homenagem ao músico, no CD “Jobim Jazz, ao vivo”. Adnet gravou cerca de 20 álbuns, entre autorais e homenagens a grandes nomes da Música Popular Brasileira.

Realização da Secretaria Municipal de Cultura de Niterói / FAN, com curadoria do produtor Paulo Renato Rocha, Cine Jazz é um projeto que une música e cinema. Entrando em seu oitavo ano, desde 2017 acontece no Solar do Jambeiro.

Sobre Tom Jobim…

Carioca do bairro da Tijuca, Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, mais conhecido pelo seu nome artístico Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro. É considerado o maior nome da Música Popular Brasileira de todos os tempos, pela revista Rolling Stone e foi um dos criadores e principais referências da Bossa Nova.

Jobim chegou a cursar o primeiro ano da faculdade de Arquitetura, mas logo desistiu e decidiu ser pianista. Tocava em bares e boates em Copacabana, como no Beco das Garrafas no início dos anos 1950, até que em 1952 foi contratado como arranjador pela gravadora Continental. Datam dessa época as primeiras composições, sendo a primeira gravada, “Incerteza”, uma parceria com Newton Mendonça, na voz de Mauricy Moura.

Seu primeiro grande sucesso foi Tereza da Praia, parceria de Billy Blanco, e gravada por Lúcio Alves e Dick Farney, em 1954. Ainda nos anos 50, com Vinicius de Moraes, produziu as canções para a peça Orfeu da Conceição e, posteriormente, para o filme Orfeu do Carnaval ou Orfeu Negro, dirigido por Marcel Camus, ao lado de Luiz Bonfá e Antônio Maria.

Tom Jobim fez parte do núcleo embrionário da Bossa Nova. O LP Canção do Amor Demais (1958), uma parceria com Vinícius e interpretação de Elizeth Cardoso, foi acompanhado pelo violão de um baiano até então desconhecido, João Gilberto. A orquestração é considerada um marco inaugural da Bossa Nova, pela originalidade das melodias e harmonias.

Com mais de 40 discos gravados, solo ou em parceria, Tom Jobim teve reconhecida a influência de Debussy e Ravel, utilizando motivos impressionistas e estruturas harmônicas semelhantes as desses compositores. Uma de suas marcas, era a incrível capacidade de dotar de leveza e elegância a complexidade e a densidade elevadas de suas composições. Jobim faleceu em 8 de dezembro de 1994.

Serviço:

Cine Jazz

Exibição do filme: “A música segundo Tom Jobim” (2012)

Artistas convidados: Mario e Antônia Adnet

Data: 27 de março, terça-feira

Horário: 19h

Duração: 90min

Capacidade: 60 lugares

Entrada Franca

Classificação indicativa: Livre

Local: Solar do Jambeiro

EndereçoRua Presidente Domiciano, nº 195, São Domingos, Niterói

Telefone: (21) 2109-2222

 

Publicado em: 23 de março de 2018, por: 

Comentários