FAMATH

Cine Jazz homenageia o pianista Keith Jarrett

O Solar do Jambeiro recebe nesta terça-feira, 31 de julho, a partir das 19h, mais uma edição do projeto Cine Jazz, desta vez homenageando um dos maiores pianistas da história do Jazz, o norte-americano Keith Jarrett. Logo após a exibição do filme “Standards”, gravado ao vivo por Jarrett e seu trio, em 1983, em Nova York, sobe ao palco para uma apresentação, o também pianista gaúcho Rafael Vernet. A entrada é franca e a classificação indicativa, 14 anos. 
 
Nascido na Pennsylvania em 1945, Keith Jarrett foi uma criança prodígio e começou a estudar aos 3 anos de idade. Aos sete dava seu primeiro concerto interpretando Bach, Mozart, Beethoven e tocando duas composições próprias. Formado na Berklee School of Music, no início dos anos 1960 ganhou destaque na cena jazzística de Nova York, tocando na banda Jazz Messengers, comandada por Art Blakey
 
Levado pelo baterista Jack DeJohnette, passou a integrar o quarteto do saxofonista Charles Lloyd em 1966. No ano seguinte, iniciou carreira solo, chamando a atenção de Miles Davis, com quem passou a gravar e se apresentar a partir de 1969. Após a experiência revolucionária com o trompetista na virada dos anos 60 e 70, passou a liderar um trio de sucesso, com o baixista Charlie Haden e o baterista Paul Motion. 
 
Olhando em retrospectiva, a escolha pelo jazz foi natural para  Jarrett, que na adolescência chegou a namorar com a música clássica. O jazz é uma música que, em maior ou menor grau, os músicos improvisam, isto é, inventam livremente durante o concerto – uma liberdade praticamente desconhecida e, em grande parte, proibida para o intérprete contemporâneo da música clássica. Especialmente nos concertos em piano solo, o músico entra no palco sem nenhuma ideia do que irá acontecer – e ele faz isso regularmente há mais de 50 anos, conjugando o jazz a outros gêneros e estilos, como a música erudita, o blues, o gospel e outros. 
 
Hoje, aos 73 anos de idade, Keith Jarrett não dá sinais de que esteja parando e sua produção continua de alta qualidade. “Standards“, o filme a  ser exibido no Solar, registra o histórico concerto de 1983, em Nova York, com o baixista Gary Peacock e o baterista Jack DeJohnette. 
 
O músico convidado da noite, é o gaúcho Rafael Vernet. Radicado no Rio desde os anos 80 Rafael construiu uma solida carreira de pianista, arranjador e produtor musical que inclui trabalhos com grandes nomes da nossa música como Hermeto Pascoal, Chico Buarque, Ed Motta, Toninho Horta, Paulinho da Viola, Zé Renato, Roberto Menescal, Wanda Sá, Márcio Montarroyos e Mauro Senise, para citar apenas alguns. 
 
O Cine Jazz é uma realização da Secretaria Municipal de cultura/FAN, com curadoria do produtor Paulo Renato Rocha. 
 
Serviço:
 
Cine Jazz apresenta Keith Jarrett, em “Standards” (1983)
Artista Convidado: Rafael Vernet
Data: terça-feira, 31 de julho
Horário: 19h
Capacidade: 60 lugares
Entrada Franca
Classificação indicativa: 14
Local: Solar do Jambeiro 
EndereçoRua Presidente Domiciano, nº 195, Boa Viagem
Telefone: (21) 2109-2222 

 

 

 

 
Publicado em: 25 de julho de 2018, por: 

Comentários