Cine Jazz retorna homenageando Tom Jobim

Cine Jazz retorna com homenagem a Tom Jobim e recebe Jaques Morelenbaum

Cine Jazz retorna com homenagem a Tom Jobim e recebe Jaques Morelenbaum

O já tradicional projeto Cine Jazz, que acontece toda última quinta do mês nos jardins do Museu do Ingá, retorna no dia 30/3 com uma homenagem ao maestro Tom Jobim. Compositor, arranjador, pianista, violonista e cantor, o maestro é um dos criadores da Bossa nova e considerado pela crítica e pelo público como o maior expoente da história da música popular brasileira e está entre os grandes nomes da História da Música no mundo.

Nascido na Tijuca em 1927 , Tom começou a carreira nos anos 50 trabalhando nas gravadoras Continental e Odeon e se apresentando nas boates de Copacabana e Ipanema como musico da noite. O prestígio nacional se transformou em sucesso internacional no início dos anos 60 com a explosão mundial da bossa nova e sua carreira foi numa ascendente ininterrupta, até a morte repentina de parada cardíaca em Nova York em dezembro de 1994.

Grandes nomes da música internacional tocaram e cantaram suas músicas, como Stan Getz, Dizzy Gillespie, Ella Fitzgerald, Count Basie, Oscar Peterson, Sarah Vaughan, e Frank Sinatra, simbolizando a consagração internacional de sua produção musical. Essa admiração fez com que Tom Jobim fosse chamado pelos músicos do jazz de George Gershwin do Brasil, uma grande honraria. Com a obra de Antônio Carlos Jobim, a música brasileira experimenta uma projeção internacional inédita, rigorosamente sem precedentes e definitiva. Até o movimento da Bossa Nova, a presença brasileira, ainda que marcada pela excelência, como nas obras de Ary Barroso e Dorival Caymmi, era eventual. Com Jobim, ela se torna permanente, estrutural e influencia toda uma geração posterior. Um filme com a apresentação de Tom Jobim e sua banda, gravado em 1986 em Montreau no Canadá será exibido na abertura da noite.

O músico convidado da edição de março, é o maestro e violoncelista Jaques Morelenbaum. Músico consagrado e de grande prestígio internacional Jaques atuou durante muitos anos na Banda Nova, grupo que gravou e rodou o mundo com Tom Jobim da década de 80 até o fim da carreira do maestro. Jaques será acompanhado pelo piano de sua filha Dora Morelenbaum.

O Cine Jazz tem curadoria do produtor Paulo Renato Rocha e é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura (FAN) em parceria com o Museu do Ingá, com apoio da FUNARJ.

Serviço:
Cine Jazz retorna homenageando Tom Jobim
Data: 30 de Março – Quinta-feira
Horário: 19h
Local: Museu do Ingá
Endereço: Rua Presidente Pedreira, 78. Ingá-Niterói
Classificação: 14 anos
Entrada Franca

Publicado em: 24 de março de 2017, por: 

Comentários