Clube Naval Charitas

Dona Encrenca só muda o endereço no Teatro da UFF

Bemvindo Sequeira apresenta seu monólogo ‘Dona Encrenca só muda o endereço’, comemorando seus 70 anos de vida e 51 de carreira, em três únicas apresentações, em Niterói, nos dias 8, 9 e 10 dezembro, sexta a domingo, às 20h no Teatro da UFF. Aplaudido e elogiado por onde já se apresentou, Bemvindo Sequeira garante 90 minutos de muitas gargalhadas ou o dinheiro de volta!

Bemvindo satiriza a relação marido/mulher – as verdadeiras Donas Encrencas do título, brinca com a plateia, ironiza a política e os políticos atuais, e… de leve, vai dando o seu recado! Antenado com a atualidade, ele tira do dia-a-dia, ‘flechadas’ que acertam em cheio a plateia… É fácil perceber o quanto o espectador é ‘tocado’ pelas situações representadas pelo comediante em cena aberta. Na verdade, o que Bemvindo faz no espetáculo é um bate-papo com o público, contando casos e exemplificando o quanto, realmente, as Donas Encrencas só mudam de endereço.

Os casais se identificam tanto com os casos apresentados, que o público, de forma geral, se sente íntimo e cúmplice do artista, o que torna o monólogo mais engraçado e interessante ainda. Não por acaso, Bemvindo Sequeira diz que essa comedia é para o casal, para a família que gosta do humor antigo, ingênuo e inocente, sem ser vulgar …
Bemvindo Sequeira se considera uma espécie de ‘Dinossauro do Humor’, o único e último dos humoristas antigos a se apresentar nos palcos, atualmente. Costinha, Chico Anysio, Dercy Gonçalves, José Vasconcellos, Geraldo Alves já não estão mais entre nós e Jô Soares, Agildo Ribeiro, Berta Loran, Fafy Siqueira, entre alguns poucos outros, não fazem mais shows solos. O que se tem, no momento, é a nova geração de humor – Fabio Porchat, Paulo Gustavo, Marcos Veras, Marcelo Adnet, Leandro Hassum – que são excelentes, mas fazem um humor diferente do que o Bemvindo vem fazendo em toda sua carreira de mais de 50 anos.

Quem não conhece o BEMVINDO SEQUEIRA?
Na TV, ele foi: o Bafo de Bode em Tieta, o Delegado Noronha na novela Felicidade, o Brasilino Roxo na Escolinha do Professor Raimundo, o Lupicínioem Tocaia Grande, o Zebedeu em Mandacaru, o Seu Celestino no Tecendo o Saber – projeto educacional do Instituto Paulo Freire – o Alfredo Dias em Cidadão Brasileiro, o Clemente Palhares em Bela, a Feia, o Dorivaldo em Dona Xepa, o Tufik Abdala de Pecado Mortal, o personagem Emaré em Milagres de Jesus, o Baruk em Os Dez Mandamentos, além do Arnaldo do seriado Vai Que Cola.

No teatro, nos anos 1980, apresentou seu primeiro espetáculo solo, intitulado O dia que o Brasil tomou Doril. Em seguida, na época das Diretas Já, fez muito sucesso com Oxente gente, Bemvindo prá presidente!. Nos anos 90, fez todo mundo rir com shows solos como Ri melhor quem ri Bemvindo e Um Brasil de risadas”, que apresentou por todo o Brasil. Em teatro ele foi dirigido por Bibi Ferreira: em Roque Santeiro – O musical”, de Dias Gomes, e “Deus Lhe Pague”, de Joracy Camargo, onde interpretou o personagem em que o grande ator Procópio Ferreira, se consagrou. De Dias Gomes ele protagonizou também As Primícias,sob a direção de Sydnei Cruz. Do comediógrafo João Bittencourt, ao lado de Jorge Dória, apresentou o clássicoBonifácio Bilhões, além de sua tradução e adaptação para o clássico de Moliére O Doente imaginário. Com a comediante Berta Loran, dividiu a cena em Pais criados, trabalhos dobrados, com Fafy Siqueira em Camisa de força e com Suely Franco, na comédia de Chico Anysio Há um homem na minha casa. Entre muitos outros sucessos, participou da montagem original do antológico Por falta de roupa nova… Passei o ferro na velha, de Abílio Fernandes, com a Henriqueta Brieba, além de comédias de Gugu Olimecha, como A louca de Bonsucesso.

Serviço:
Dona Encrenca só muda o endereço no Teatro da UFF
De 08 a 10 de dezembro de 2017, sexta a domingo, às 20h
Ingressos: R$50,00 (inteira); R$25,00 (meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos e servidores da UFF)
Teatro da UFF – Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói – RJ
344 lugares
Duração – 90 min
Classificação indicativa: 12 anos

Publicado em: 6 de dezembro de 2017, por: 

Comentários