Paulinho da Viola canta em São Francisco

Show faz parte do Circuito Quatro Estações da Música

O cantor e compositor Paulinho da Viola será a estrela maior da próxima edição do Circuito Quatro Estações da Música, promovido pela Prefeitura de Niterói, no dia 22 de julho, domingo, na Praia de São Francisco. O evento gratuito será aberto às 18h pela animada roda do Samba Social Clube, com as participações especiais da cantora Alana Moraes, do compositor Marquinho Diniz e do cantor e percussionista Bira da Vila.

Nome consolidado entre os maiores artistas da música popular brasileira, Paulinho preparou um roteiro especial para o público niteroiense, com muitos clássicos de sua obra, além de temas do seu último disco e uma coletânea de sambas consagrados de outros compositores brasileiros. Sucessos como “Dança da Solidão”, “Sei lá Mangueira”, “Pecado Capital” e “Coração Leviano” fazem parte do repertório.

“São composições que me marcaram profundamente e que carregam a força da criação mais sólida da nossa música”, ressalta Paulinho da Viola.

No show, Paulinho vai estar acompanhado pelos músicos João Rabello (violão), Dininho Silva (baixo), Adriano Souza (piano), Ricardo Costa (bateria), Celsinho Silva (percussão), Hércules Nunes (percussão), Mário Sève (sopros) e Paulino Dias (percussão).

A organização pede para que o público leve 1 kg de alimento não perecível. As doações serão distribuídas entre instituições da cidade.

Abertura terá Samba Social Clube, Alana Moraes, Marquinho Diniz e Bira da Vila

Antes de Paulinho da Viola subir ao palco, público vai poder dançar e cantar ao som da turma do Samba Social Clube e seus convidados especiais: Alana Moraes, Marquinho Diniz e Bira da Vila.

Samba Social Clube – Considerada uma das melhores rodas de samba do país, o Samba Social Clube, com 10 anos de existência e 7 CDs e DVDs lançados, é formado por Marcelle Motta, Pipa Vieira, Alessandro Cardozo, Pedrinho Ferreira, Gabriel de Aquino e Nego Álvaro. O repertório do grupo passeia por composições de Alcione, Zeca Pagodinho, Moacyr Luz, Arlindo Cruz, entre outros bambas. 

Alana Moraes – Premiada em vários concursos e festivais de música brasileira, a gaúcha Alana Moraes começou muito jovem, gravando com 13 anos de idade um disco com seu pai, Aurélio Moraes. Em 2012, lançou o CD “Amor e Som” com o violonista Gabriel Selvage, com quem mantém o projeto “Nostalgia Brasileira”, uma homenagem às cantoras e violonistas brasileiras. Em 2015, lançou seu primeiro álbum solo com composições inéditas que passeiam por vários ritmos brasileiros e latino-americanos. 

Marquinhos Diniz – Filho caçula do mestre Monarco e considerado um dos maiores compositores de samba do país, Marquinhos Diniz faz parte da ala dos compositores da Portela. Em 2012, lançou o seu primeiro CD “Meu Samba” e, recentemente, um DVD contando a história da Família Diniz. Como compositor, já teve músicas gravadas por artistas como Almir Guineto, Dudu Nobre, Arlindo Cruz, Selma Rios, Simone Lial e Trio Calafrio, do qual faz parte com Luiz Grande e Barbeirinho do Jacarezinho.

Bira da Vila – Fortemente identificado com o movimento artístico da Baixada Fluminense, o cantor, compositor e percussionista Bira da Vila compôs aos 14 anos seu primeiro samba: “O Malandrinho”, uma homenagem ao seu pai. Apadrinhado por Luiz Carlos da Vila, com quem possui uma grande parceria musical, teve “Sorriso de Banjo”, sua primeira composição, gravada por Jovelina Pérola Negra em 1993. Em 2002, em parceria com Riko Dorilêo, compôs “Ventos da Liberdade”, que é considerada o Hino de reconstrução de Angola.

Serviço:

Circuito Quatro Estações da Música

Paulinho da Viola canta na orla de São Francisco

Abertura do Samba Social Clube com a cantora Alana Moraes, o compositor Marquinho Diniz e o cantor Bira da Vila

Data: 22 de julho, domingo

Horário: a partir das 18h

Local: Praia de São Francisco

Classificação: livre

GRATUITO – A organização do evento pede para que o público leve 1 kg de alimento não perecível. As doações serão distribuídas entre instituições da cidade.

 

 

Publicado em: 17 de julho de 2018, por: 

Comentários