Saiu o resultado da 1ª Mostra Curta Niterói, realizada pela Fundação de Arte de Niterói, por meio do selo Niterói Filmes. Os interessados tiveram, de 12 de abril a 14 de maio, para enviarem suas inscrições, a partir de uma ficha do Google forms, disponível também no facebook (https://www.facebook.com/mostracurtaniteroi) e no Instagram (@mostracurtaniteroi).

Foram 141 inscritos e selecionados 12 curtas para filmes de até 20 minutos, de todos os gêneros e produzidos a qualquer ano, englobando 4 para cada um dos seguintes temas: realizados sobre Niterói ou em Niterói, sobre a pandemia e sobre temas livres.

Três nomes importantes no meio cinematográfico foram os curadores desta edição: o cineasta, Clementino Junior; a jornalista e crítica de cinema, Roni Filgueiras; e Rosa Miranda, formada em licenciatura em cinema e audiovisual.

Será exibido, gratuitamente e em formato virtual, 1 filme, por semana, sempre às terças-feiras, a partir das 18h, que ficará disponível até a estreia do próximo curta. O link para acessar será divulgado no instagram e no facebook (@mostracurtaniteroi) e nas redes da Cultura Niterói (culturaniteroi). A estreia será no dia 15 de junho, com ‘Murada’, de Ralph Campos, contemplado na categoria ‘pandemia’.

Além de difundir a produção de curtas brasileiros, proporcionando uma programação de qualidade, uma das características da Mostra é a de promover a interação entre os realizadores dos filmes e os telespectadores, que terão suas perguntas e questões respondidas.

A Mostra, com coordenação de Ivan de Angelis, tem o intuito de estimular a produção audiovisual e projetar ao grande público o melhor da produção nacional de curtas.

“A primeira Mostra Curta Niterói traz ao público uma grande diversidade de filmes, de vários cantos do país. Temos filmes da Bahia, do Rio, de Brasília, de Niterói, entre documentário, ficção e periferia. Há obras premiadas nacional e internacionalmente, ou seja, o público terá a oportunidade de assistir a ótimos curtas-metragens e sentir a força do cinema brasileiro contemporâneo”, explica Ivan de Angelis, diretor da Niterói Filmes.

PROGRAMAÇÃO MOSTRA CURTA NITERÓI 2021

– Dia 15 de junho

‘MURADA’, Ralph Campos, RJ – tema: ‘pandemia’

Sinopse: para superar o distanciamento social, Dona Odete, 60 anos, uma senhora aposentada, passa seus dias se dedicando à rádio comunitária do bairro. Quem sofre todos os dias com o barulho da rádio dela é o seu vizinho de muro, Chico, 25 anos. Ele é um ator de teatro  que se mudou para Bento Ribeiro há apenas três meses e  está sem perspectiva para voltar aos palcos. Os dias vão passando e,  mesmo isolados, esses vizinhos vão precisar resolver as suas diferenças, na tentativa de suportar a quarentena.

Inédito em festivais.

– Dia 22 de junho

‘PORTUGAL PEQUENO’, de Victor Quintanilha – RJ – tema: Niterói

Sinopse: Jonatan é MC Xerelete e seu sonho é um dia ser um cantor de funk famoso e dar para ele e seu pai a vida cômoda que a publicidade lhe vende. Enquanto isso não acontece, os dois trabalham pescando na baía de Guanabara, encarando as responsabilidades e obstáculos que a realidade lhes impõe.

Festivais: 31º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo / Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro / 2021 Clermont-Ferrand International Short Film Festival / XVI Panorama Internacional Coisa de Cinema / VIII Festival de Finos Filmes / 49th Huesca International Film Festival

Prêmios: 2021 Clermont-Ferrand International Short Film Festival – Menção Especial do Júri / XVI Panorama Internacional Coisa de Cinema – Prêmio Especial do Júri e Melhor Curta Júri Popular

– Dia 29 de junho

‘ÁUREA’, de Hewelin Fernandes – BA – tema: livre

Sinopse: o filme mostra o encontro da parteira Áurea e o médico Áureo, que, juntos, fizeram mais de 100 partos domiciliares na comunidade do Vale do Capão, distrito de Palmeiras, Chapada Diamantina, Bahia. O encontro reúne duas sabedorias que se fundem: o conhecimento tradicional de Dona Áurea com o pensamento científico de Dr. Áureo.

Inédito em festivais.

– Dia 6 de julho

DIAS DE QUARENTENA’, de Davidson Davis Candanda, RJ – tema: pandemia

Sinopse: uma família tenta se adaptar à quarentena para combater o novo coronavírus (Covid-19) enquanto o presidente Jair Bolsonaro quer relaxar as medidas de isolamento social para não prejudicar a economia brasileira.

Festivais: Mostra do Filme Livre 2020, Cine Tamoio – Festival de São Gonçalo 2020 e Panoramica – festival de cinema latino-americano em Estocolmo/2020

– Dia 13 de julho

‘NANA & NILO NA CIDADE VERDE’, Sandro Lopes – RJ – tema: Niterói

Sinopse: Nana, Nilo e Alice viajam para o futuro para conhecerem um lugar incrível, a Cidade Verde, onde a sabedoria de povos indígenas e quilombolas ensinam a cuidar do Meio Ambiente, através dos princípios tekoporã e ubuntu.

Festivais: 14º Curta Taquary e Festival Cinema Negro em Ação

– Dia 20 de julho

‘DISTOPIA’, de Lilih Curi – BA – tema: livre

Sinopse: esta noite pode ser uma eternidade para Lúcio.  O relacionamento com o seu pai está impregnado de lembranças terríveis.

Participou de diversos festivais nacionais e internacionais

Prêmios: 53º Festival De Brasília Do Cinema Brasileiro – Mostra Oficial Melhor Som (Anna Luísa Penna, Emílio Le Roux e Fredshon Araújo)

The Horror Movie Awards / Seattle – EUA Prêmio: Silver Tier – Best Film

3rd Edition of the Detective Crime Thriller Film Festival / The Crime Story Fest / EUA Prêmio: Best Live Introduction to Lilih Curi

BIMIFF – Brazil International Monthly Independent Film Festival / RJ – Brasil e EUA Prêmios: – “Best Actor of Brazilian Short Film” to Tiago Querino – “Best Editing of Brazilian Short Film” to Wallace Nogueira – “Best Sound Design of Brazilian Short Film” to Fredshon Araújo

20ª CURTA-SE 20 – Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe – Mostra Competitiva Nacional / Alagoas Prêmio: Melhor Ator para Tiago Querino

– Dia 27 de julho

‘107’, Pedro Ladeira – DF – tema: pandemia

Sinopse: a aceitação da morte, o medo da pandemia e a necessidade de estar perto são dilemas colocados nesse autorreferencial, quando a piora na saúde de um avô centenário faz seu neto viajar atrás de respostas.

Festivais: 20° CURTA-SE – Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Aracaju, SE, Brasil, 2021)

1° SEFIVAL – Sietar Espanã Film Festival (Valência, Madrid; Barcelona; Málaga; Pamplona, Espanha, 2021)

– Dia 3 de agosto

‘MEU MELHOR AMIGO’, de Felipe Soares – Niterói, RJ

Sinopse: apresenta a história de um assíduo comprador de peixe e frequentador do Mercado São Pedro e seu vendedor preferido. Através do texto e narração do Luiz Cláudio Latgé, o curta proporciona a experiência de estar e andar no corredor do tradicional mercado de peixe de Niterói.

Inédito em Festivais

– 10 de agosto

‘DESCOMPOSTURA’, de Alline Torres, Anaduda Coutinho, Marcio Plastina e Victor Alvino – RJ – tema: livre

Sinopse: um filme experimental com imagens em movimento de mulheres e jovens negras registradas, enquanto trabalhavam, sob uma estética da fratura. Seus corpos foram posicionados pelos olhos dos homens brancos das classes médias como se fossem partes que serviam de escora, suporte e de espectadoras das vidas que dependiam delas. O filme desarranja esta estética visual. Faz ver que, entre quem registrava e entrava, marginalmente, em foco, havia o olhar feminino negro. Que encarava, numa afronta, a câmera, demonstrando afirmação, contestação e constrangimento.

Prêmios: melhor filme pelo júri popular e pelo júri técnico da Mostra Lanterna Mágica do Arquivo em Cartaz 2020 – Festival Internacional de Cinema de Arquivo

– 17 de agosto

‘FELIZ ANIVERSÁRIO’, Patrícia Cordeiro e Briele Fernanda – RJ – tema: pandemia

Sinopse: no isolamento social, Monalisa decide começar a fazer streaming para jogar e conhecer pessoas novas. Mas alguém vai longe demais ao tentar se aproximar dela no dia de seu aniversário.

– 24 de agosto

‘SAUDADES DE AMÉLIA’, de Gaboroto – Niterói, RJ – tema: Niterói

Sinopse: enquanto lida com o aflorar da curiosidade de suas novas vizinhas de condomínio, Amélia recebe uma carta inusitada de um país estrangeiro. Um convite para encarar a profusão de peripécias do tempo.

Prêmio: melhor Filme do Edital Elipse

Festivais: FESTIVAL FORA DA GAVETA – 2020 URBANOCINE – 2020 MOSTRA OUTRO RIO – 2020 CINDIE FESTIVAL – 2020

– 31 de agosto

‘SOBRE NOSSAS CABEÇAS’, de Susan Kalik e Thiago Gomes – BA – tema: livre

Sinopse: Cícero perdeu seu irmão para o ódio racial. Agora, seu cunhado quer salvá-lo do mesmo destino, levando-o a força para outro lugar.

Participou de diversos festivais nacionais e internacionais: 13° LABRFF – Los Angeles Brazilian Film Festival (Los Angeles, EUA, 2020)

6° TERROR CÓRDOBA – Festival Internacional de Cine de Terror Y Fantástico (Córdoba, Argentina, 2020)

11° The Hollywood First Time Filmmaker Showcase (Hollywood, California, 2020)

 Prêmios: Prêmio CTAV, PRÊMIO MISTIKA, PRÊMIO TANU DISTRIBUICION AMERICALATINA, MELHOR ROTEIRO MELHOR ATOR COADJUVANTE (DANILO MESQUITA) 2° Inhapim Cine Festival (Inhapim, MG, Brasil, 2021).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos online!
%d blogueiros gostam disto: