O médico Carlos Augusto Bittencourt, o popular Gugu, que é conhecido pelo seu vitorioso projeto de atividades físicas para pessoas de mais idade, comemora no próximo dia 26 de abril, 17 anos de atividades do Projeto Gugu e o seu aniversário de 86 anos.

A programação terá início às 07h, na Igreja de São Lourenço, no Ponto Cem Réis, com um aulão reunindo alunos dos 37 núcleos do projeto e professores. Às 08h será celebrada uma missa oferecida pelos alunos do Núcleo São Lourenço, e às 16h terá início um Baile de Todos os Núcleos no Clube Canto do Rio, com previsão de encerramento às 21h.

17 Anos do Projeto Gugu

Tudo começou em 10 de abril de 1995. Reuniram-se na Praia de Icaraí, às 7 horas da manhã, o criador do projeto e trinta e poucas senhoras que haviam combinado este encontro com ele, numa palestra que fizera sobre terceira idade e como retardar o envelhecimento, na qual ele ressaltou a importância do exercício físico para o idoso, para começarem a fazer a tal ginástica salvadora. A ginástica feita neste dia foi o início de uma série que continua até hoje. A diferença é que naquela ocasião era apenas um núcleo com poucas senhoras ginastas e hoje são quase trinta núcleos com alguns milhares de participantes. Mas o que é afinal o Projeto Gugu? É um projeto que começou modesto, apenas um grupo fazendo ginástica e que foi crescendo naturalmente, os núcleos foram surgindo e o mais interessante é que se propunha simplesmente fazer exercícios físicos e agora se faz a reintegração do idoso à sociedade, melhorando-o sob o aspecto físico, psíquico e social. Qualquer pessoa pode participar deste projeto. Apesar de ser originalmente dirigido à terceira idade, ele é aberto a qualquer idade. Em todos os núcleos, juntos com os mais idosos, fazem ginástica pessoas de todas as idades. Isto é importante, para que ele, o idoso, se habitue a se soltar no relacionamento com todos os grupos etários. Como funciona o Projeto Gugu? É simples, uma vez aberto o núcleo, começam, todos os dias, as sessões de ginástica. Os exercícios são apropriados para a terceira idade e os professores já têm grande experiência em lidar com este tipo de clientela e instruem muito bem a todos os iniciantes. É impressionante a rapidez da adaptação de senhoras que nunca fizeram ginástica na vida, conseguem, em pouco tempo, nessas aulas. Depois o convívio diário, com varias pessoas da mesma idade e com o grupo em geral, o resultado é um maior contato social que dá ao idoso uma segurança pessoal muito grande. Ele se sente novamente uma pessoa que existe num grupo social. Outra coisa que acontece é que com a melhoria do físico, da capacidade funcional, da pessoa passar a fazer coisas que já não fazia, aumenta sua auto estima, sua auto confiança e seu equilíbrio emocional. Isto melhora muito a qualidade de vida. O projeto Gugu não promove somente a ginástica. Além dos núcleos de ginástica, há um de dança de salão, um de teatro e um de coral, onde qualquer participante de qualquer núcleo pode participar. A opinião médica caminha, cada vez mais, para um consenso a respeito do exercício físico como prevenção de uma série de doenças, como também para coadjuvante do tratamento delas. Mesmo as pessoas que nunca fizeram ginástica na vida podem e devem vir participar deste projeto, pois vão ter uma melhoria surpreendente. Esta afirmação não é uma coisa pessoal, é baseada na observação de varias centenas de pessoas que entraram para fazer ginástica no projeto e tiveram suas vidas modificadas. É chegar num núcleo do projeto e perguntar, aleatoriamente, para comprovar a veracidade desta afirmação. Este projeto, em termos de fazer bem as pessoas, principalmente aos idosos, é uma das melhores coisas que Niterói tem. Saúde e felicidade não caem do céu, tem que se conquistar!
Dr. Carlos Augusto Bittencourt Silva, é médico ortopedista e ortomolecular, e Prof. de Educação Física.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos online!
%d blogueiros gostam disto: