“Presente Distópico” marca a retomada das exposições presenciais, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno

O Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, no Campo de São Bento recebeu, no dia 22 de dezembro, quarta-feira,  a exposição “Presente Distópico”, um convite à imaginação e uma reflexão sobre os limites entre a ficção e a realidade.

Em agosto de 2020, diante das incertezas profissionais e emocionais trazidas pela pandemia, a fotógrafa Renata Xavier, a estilista Aline Ciafrino e a maquiadora Christina Gall resolveram criar, como uma forma de curar a alma e sobreviver ao caos. A modelo e bailarina Suzana Quintanilha foi convidada para interpretar uma personagem que representa a força, a vida e a beleza que está dentro de cada um. A esperança que atravessa o tempo e o espaço.

Inspiradas pela cultura pop e pelo Cinema, as artistas uniram seus talentos para produzir um ensaio lúdico e lírico pelas ruas da cidade de Niterói, que resultou nas 30 fotografias que já foram publicadas em diversos países. O ensaio virou uma mostra que passou pelo MAC Niterói. Trata-se da primeira exposição presencial, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, desde o início da pandemia, quando o espaço virou um centro de vacinação, ajudando a salvar muitas vidas. Agora, o Centro Cultural retoma a sua vocação para as artes e a exposição mostra a busca universal por tempos melhores.

“O ano de 2020 parece um filme de ficção-científica: o mundo parou, um vírus se espalhou, tudo mudou. Os futuros distópicos pós-apocalíptico do cinema se tornaram o nosso: ‘Presente Distópico’. Os trabalhos demonstram que vale a pena sonhar, resistir, superar, criar e que os seres humanos são movidos pela esperança. A resiliência é a nossa natureza’, finaliza Renata.

Mais sobre o ensaio:

O ensaio ‘Presente Distópico’ se divide em três partes: ‘O Ano em que a Terra Parou’, que retrata o sentimento dos primeiros momentos da pandemia: a chegada do vírus, o isolamento, as ruas vazias, as pessoas se protegendo dentro de suas próprias bolhas, o medo… a sequência de imagens é inspirada no filme ‘O Dia em que a Terra Parou’, de 1951, do diretor Robert Wise e em outras produções como ‘Blade Runner’ (1982), ‘Metrópolis’ (1927), ‘O Enigma de Andrômeda’ (1971) e o cenário é a Avenida Amaral Peixoto no Centro de Niterói sempre cheia de gente, mas que estava absolutamente vazia naquela tarde de agosto de 2020 quando as imagens foram produzidas. A segunda parte do ensaio é chamada de ‘Sobreviventes’’, inspirada em ‘Mad Max’, ‘Planeta dos Macacos’ e em filmes de futuros distópicos, onde tudo foi destruído e há poucos resquícios de civilização e cidades, restam apenas os sobreviventes e a Natureza. A luta do ser humano frente ao inexorável, a liberdade, o horizonte. Essa sequência foi realizada na Praia de Piratininga, em Niterói. A terceira sequência de imagens, que se refere ao futuro, é chamada de ‘Novos Caminhos’ e foi fotografada no próprio MAC, onde o figurino e a arquitetura se fundem em muitos caminhos e direções diferentes, uma verdadeira encruzilhada. Não se sabe como será o futuro, só que novos caminhos se abrirão, novas tecnologias e ciência. O visual futurista é inspirado nos filmes ‘sci-fi’, dos anos 50-60, na época do pós-segunda guerra mundial, quando disco voadores, alienígenas e a fantasia sobre o desconhecido se tornaram populares, assim como os super-heróis e toda a cultura pop/geek. As inspirações são variadas, dos filmes B a ‘2001 – Uma odisseia no Espaço’, ‘Guerra nas Estrelas’, ‘X-men’ e heroínas como Tempestade e Fênix e até mesmo a própria obra de Oscar Niemeyer. Tudo se mistura. Para terminar, futuro, passado e presente se ligam numa homenagem ao ser humano e à esperança. Os visitantes poderão colaborar com a exposição num espaço inspirado pelo clássico distópico do cinema nacional ‘Limite’ (1931), de Mário Peixoto, feito no pós-primeira guerra mundial e depois da gripe espanhola, cuja temática é a existência humana e seus limites.

Protocolos Sanitários

 De acordo com o Decreto Municipal 14.142/ 2021, é necessário apresentar o comprovante de vacinação em dia, no formato impresso ou digital, acompanhado de um documento com foto. Todos os protocolos sanitários de combate à COVID-19 são seguidos.

 SERVIÇO:

Exposição “Presente Distópico” no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno

Abertura: 22 de dezembro, quarta-feira

Horário: a partir das 10h

Período: de 22 de dezembro de 2021 a 28 de janeiro de 2022

Visitação: de terça a domingo, das 10h às 17h

Local: Centro Cultural Paschoal Carlos Magno – Campo de São Bento

Endereço: Alameda Edmundo de Macedo Soares e Silva, s/n – Icaraí, Niterói

Ingresso: Entrada Gratuita

Informações: (21) 2610-5748 | [email protected] | | facebook.com/ccpcm | @ccpcm

 

Estamos online!
%d blogueiros gostam disto: