Mostra reúne 23 quadros e tem como tema o Parque Orla Piratininga

Foi inaugurada, nesta quinta-feira (26), a sexta edição da série de mostras do Corredor das Artes, na Prefeitura de Niterói. Desta vez, o projeto foi desenvolvido pelo fotógrafo Claudio Fernandes e tem como temática um passeio pelo Parque Orla Piratininga (POP). A exposição recebe o nome de “Renascença”. São 23 quadros ao todo.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou a beleza do processo que originou a mostra.

“A exposição registrou muito bem os nossos equipamentos. O que fazemos é limpar essa água, com princípios baseados na natureza. Reproduzimos no Parque Orla Piratininga o que a natureza faz sozinha. É uma tecnologia muito inovadora. A drenagem que vem com o esgoto, por exemplo, chega aos jardins filtrantes. Tudo que for terra, areia, sólido, fica retido. A água vai para outros tanques com um nível de pureza muito alto. Tudo de forma natural, sem agregar produtos químicos. Esse processo foi retratado de uma forma linda pelo artista que assina essa exposição”, disse Axel.

O fotógrafo Claudio Fernandes também falou sobre os principais aspectos do seu trabalho. “A exposição surgiu pensando nos projetos de Niterói para o meio ambiente, em particular, da região de Piratininga. A ideia foi trazer referências bonitas, uma realidade atrativa que é bem natural de Niterói. O Parque Orla é um lugar em que a vida está renascendo. Destaco o quadro de nome Balanço, que retrata um pequeno galho que faz um trabalho específico de restauração na natureza. Foi exatamente essa beleza que eu quis retratar na mostra”, explicou Claudio.

O Corredor das Artes foi desenvolvido em 2021 pela equipe do Cerimonial da Prefeitura, que quis gerar uma dinâmica diferenciada na sala de espera do gabinete do prefeito Axel Grael e dos secretários, com o objetivo de ambientar o espaço com arte e leveza.

A primeira exposição foi elaborada com fotos do fotógrafo Renato Moreth, referência na cidade. A ideia inicial era que todas as mostras que passassem pelo Corredor das Artes seguissem posteriormente para equipamentos da Prefeitura para que fossem vistas pela população niteroiense.

De acordo com Haroldo Enéas, chefe do Cerimonial da cidade de Niterói, a arte deve estar sempre presente em tudo. “Muitas pessoas sempre ficavam esperando nesse corredor. Era branco. Estático. Queríamos trazer uma janela para a alma. Um momento de apreciação. A arte nos proporciona isso. Dessa vez as fotos do Claudio me deram um prazer especial. Pois as fotos são feitas com muita paixão e transmitem esse sentimento. Sem falar que o meio ambiente é uma área de enorme interesse dessa administração”, definiu Haroldo Enéas.
 
FOTO: Lucas Benevides
Estamos online!
%d blogueiros gostam disto: