O cantor João Senise lança o CD “Chama o Síndico”, em homenagem a Tim Maia, no dia 11 de setembro, quarta-feira, às 16h no Teatro da UFF, com a participação de Gilson Peranzzetta (piano, arranjos e direção musical), Mauro Senise (sax e flauta), Mingo Araújo (percussão) e a diva Leny Andrade.

No repertório do show, estão clássicos autorais de Tim Maia como Não quero dinheiro, Azul da cor do mar, Réu confesso e Acende o farol, além dos eternizados em sua voz como Primavera e Eu amo você, de Cassiano e Sílvio Rochael, Telefone, de Nelson Correa e Beto Kae, Um dia de domingo e Me dê motivo, de Michel Sullivan e Paulo Massadas, Gostava tanto de você, de Edison Trindade, A festa do Santo Reis, de Márcio Leonardo, e Descobridor dos Sete Mares, de Gilson Mendonça e Michel.

As músicas, claro, são velhas conhecidas do público, mas estão apresentadas com uma sonoridade totalmente nova, resultado do trabalho do Gilson Peranzzetta como arranjador. A essência da obra está lá, mas com outra leitura. Quando as pessoas ouvirem, vão notar a diferença, afirma Senise.

Com trinta anos de idade e seis anos de carreira, João Senise já apresenta uma expressiva produção musical. Chama o Síndico, seu sexto álbum, tem quinze faixas e conta com a assinatura de Gilson Peranzzetta na direção musical e arranjos – e ainda ao piano, acordeon e clarineta. O disco traz também as participações especialíssimas de Ivan Lins em Primavera, de Leny Andrade em Saigon e de Áurea Martins em Um dia de domingo. E mais os instrumentistas do grupo Cama de Gato, que são os convidados na faixa Lindo lago do Amor, Rildo Hora em Azul da cor do mar, Jota Moraes toca vibrafone em Eu amo você, e Mauro Senise é destaque em Não quero dinheiro.

Um pouco sobre João Senise

João Senise é jornalista e cantor. Em seis anos de carreira lançou seis CDs solo: Just in time (março de  2013 – Indie), Abre alas – Canções de Ivan Lins (fevereiro de  2015 – Fina Flor), Celebrando Sinatra (março de 2016 – Fina Flor), Influência do Jazz (dezembro de 2016 – Fina Flor), Love letters (dezembro de 2017 – Fina Flor) e Chama o Síndico (2019 – Fina Flor), que chega agora ao mercado.

Filho do flautista e saxofonista Mauro Senise e da produtora Eliana Fonseca Peranzzetta, desde pequeno João Senise conviveu num ambiente musical. Ainda menino, aos quatro anos de idade, começou a ter aulas de iniciação musical na Escola de Música Antonio Adolfo. Aos sete anos, iniciou os estudos de canto e aulas de piano com seu padrasto Gilson Peranzzetta.

Já gravou e se apresentou com artistas de renome internacional, como Alaíde Costa, Áurea Martins, Dori Caymmi, Edu Lobo, Ivan Lins, Joyce, Leila Pinheiro, Leny Andrade, Mauro Senise, Roberto Menescal, Sueli Costa, Antonio Adolfo, Rildo Hora e Wanda Sá.

João Senise participou de importantes festivais e shows por várias cidades do Brasil, sempre com a direção musical e arranjos do maestro Gilson Peranzzetta. Destaque para as apresentações em Minas Gerais na Festa da Música e no Museu da Pampulha, em Belo Horizonte, no Centro Cultural Yves Alves e no 6º Tiradentes Jazz Festival, em Tiradentes; no Espírito Santo no Parque Botânico Vale e XX Festival de Inverno de Domingos Martins em Vitória; em São Paulo no Sorocaba Jazz Festival, em Sorocaba e no Rio Santos Jazz Festival, em Santos; em Goiânia no Teatro SESI com a Orquestra de Sopros do Cerrado e no Ceará, no Festival Jazz & Blues de Guaramiranga, no Rio de Janeiro na Sala Cecília Meireles, na Sala Baden Powell, no Teatro Rival, no Centro de Artes da UFF e no Blue Note.

Serviço:

Dia 11 de setembro de 2019 – quarta, às 16h

Show das 4 – “João Senise – Chama o Síndico”

Com João Senise (voz), o maestro Gilson Peranzzetta (piano, arranjos e direção musical), Mauro Senise (sax e flauta), Adriano Giffoni (baixo elétrico), João Cortez (bateria), Mingo Araújo (percussão), e a diva Leny Andrade

Teatro da UFF (Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói, Rio de Janeiro)

Ingressos – R$60 (inteira) e R$30 (meia)

Duração – 80 minutos

Classificação etária – Livre

 

NitNegócios