Compositor, cantor, escritor, músico, ator, artista plástico e pesquisador comemora 95 anos, com show na Sala Nelson Pereira dos Santos

O grande baluarte do samba carioca e da cultura popular, Nelson Sargento sobe ao Palco da Sala Nelson Pereira dos Santos, no dia 31 de outubro, às 20h, para comemorar os seus 95 anos com um show especial por se tratar da celebração de sua carreira artística de sucesso.  Com direção musical de Paulão 7 Cordas, o espetáculo terá um tom intimista e harmônico, com formação musical que conta com violão, cavaquinho e percussão. No repertório, sambas como ‘Falso Moralista’, gravado por Paulinho da Viola, ‘Falso amor sincero’,‘Agoniza mas não morre’ e ‘Primavera’. 

Sobre o artista:

Memória viva do samba, Nelson Sargento conviveu com personagens fundamentais na construção do gênero e representa a tradição da cultura popular. Baluarte da Mangueira, aos 95 anos, ou como ele gosta de dizer: nove ponto cinco!, continua compondo e atuando em shows com o fôlego de fazer inveja a muito recruta.

Passou a infância no morro do Salgueiro. Por volta dos 10 anos, foi morar no morro da Mangueira, onde conheceu Cartola e Nelson Cavaquinho, com quem aprendeu a tocar violão. O apelido “Sargento” veio de sua época no exército. Entrou para a ala dos compositores da Mangueira levado por Alfredo Português (seu pai adotivo) e Carlos Cachaça. Compôs sambas-enredo para a escola na década de 50, como ‘Cântico à Natureza’ (com Jamelão/ Alfredo Português), de 1955. Nos anos 60, frequentou o bar Zicartola, onde conheceu outros sambistas e músicos da zona sul carioca. Participou, convidado por Hermínio Bello de Carvalho, do espetáculo ‘Rosa de Ouro’ (1965), ao lado de Elton Medeiros, Clementina de Jesus, Araci Cortes. Paulinho da Viola, entre outros. Em seguida, integrou o conjunto ‘A Voz do Morro’, e com ele gravou ‘Roda de Samba 2’, um marco do gênero. Seu maior sucesso, ‘Agoniza Mas Não Morre’, foi lançado em 1978 por Beth Carvalho e tornou-se um hino de resistência da cultura do samba carioca. Outros sambas seus de sucesso são ‘Idioma Esquisito’, ‘Falso Amor Sincero’, ‘Vai Dizer a Ela’ (com Carlos Marreta) e‘Nas Asas da Canção’ (com Dona Ivone Lara).

Nos anos 90 gravou discos no Japão, incluindo composições inéditas de seu parceiro Cartola. Foi tema do documentário ‘Nelson Sargento’, de Estêvão Ciavatta, lançado e premiado no final da década de 90. Além de músico, é também escritor.Escreveu os livros ‘Prisioneiro do Mundo’, ‘Pensamentos’ e ‘Um certo Geraldo Pereira’; ator nos filmes ‘O Primeiro Dia’ de Walter Salles Daniela Thomas, ‘Nelson Sargento da Mangueira’, de Estevão Ciavatta, ‘Orfeu do Carnaval’, de Cacá Diegues, entre outros. É também artista plástico, atividade que desenvolveu graças ao conhecimento obtido na profissão de pintor de paredes, que exerceu por vários anos. Em 2017, teve seu show ‘Nelson Sargento com vida’ eleito como o melhor show nacional, por votação popular, segundo Guia Folha de São Paulo. Em 2018 se tornou Youtuber. Em 2019, chega aos 95 anos realizando shows pelo Brasil e Ásia.

Sobre a Sala Nelson Pereira dos Santos:

O cineasta Nelson Pereira dos Santos – um dos maiores nomes da sétima arte do país e fundador do curso de graduação em cinema da UFF – dá nome a Sala Multiuso que foi inaugurada pela Prefeitura de Niterói, no último dia 30 de setembro, no Centro Petrobras de Cinema, localizado no bairro de São Domingos. Instalado na estrutura que se assemelha a um rolo de filme, projeto do gênio da arquitetura Oscar Niemeyer, o equipamento é o maior auditório público da cidade – com 491 lugares –, munido com o que há de mais moderno em tecnologia de som, luz e projeção audiovisual – um espaço multiuso para apresentações de música, teatro, dança e cinema, além de funcionar como centro de convenções.

SERVIÇO:

 Show “Nelson Sargento 95 anos”

Data: 31 de outubro (quinta-feira)

Horário: 20h

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos

Endreço: Avenida Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos – Niterói

Ingressos: R$ 20,00 (inteira)| R$ 10,00 (meia)

Duração: 1h20

Capacidade: 491 lugares

Classificação: Livre

CANAIS OFICIAIS DE VENDAS:

Online: www.bilheteriadigital.com

Pontos de Venda: bilheteria da Sala Nelson Pereira dos Santos

Chocolates Brasil Cacau – Niterói – seg – sex 9h às 19h

Rua da Conceição, 101 – Centro

NitNegócios